sábado , maio 27 2017
Últimas Notícias

Professores Incompetentes

Professores “adoram” reprimir alunos. Este é um pensamento que vive na cabeça de qualquer aluno (principalmente do ensino fundamental e médio). Mas venha cá, muitos fazem por merecer não? Eu sou aluno e tenho raiva de muitos alunos indisciplinados. Porééém… hoje é dia de criticar os professores incompetentes! \o/

Novamente: professores incompetentes! Não estou falando de qualquer professor, mas sim daqueles que tem por único objetivo “ir à escola/faculdade, aturar alunos, ganhar seu salário”. Acredito que quando se escolhe uma profissão deste tipo, a pessoa tem como objetivo transmitir conhecimento aos outros, auxiliar nos estudos… mas em alguns casos não é exatamente o que acontece.

Alguns professores acham que podem utilizar seu poder e moral sobre os alunos para mandá-los fazer o que bem entender, e no final das contas, muitos acabam conseguindo. Alguns alunos não sabem como proceder caso tenham reclamações sobre professores, assim esses tipos de “profissionais” saem impunes.

Esta situação ocorre em qualquer instituição de ensino… seja federal, seja particular, de ensino médio à superior. Alguns destes “profissionais” se acham donos da verdades e não aceitam argumentações, podendo até chegar ao ponto de humilhar alunos só para alimentar seu ego. Alguém já fez alguma prova onde era proibido entregar à lápis? Ridículo! Concordo que deve haver limitações como “se entregar à lápis não aceito reclamações posteriores”, agora impor que material o aluno deve resolver uma prova é muita babaquice! Provas sem papéis de rascunho? Tá, se a prova for pequena e/ou subjetiva beleza. Agora o elemento passa provas enormes de cálculo, programação ou similares e não entrega sequer uma folha de rascunho! Santa paciência. E ainda acha ruim se você pedir!

professor-incompetente

Professores que seguem a cabresto maneiras de ensinar e conteúdos didáticos, achando que o único que ele gosta é o correto, que o professor que ele teve é o único que entende do assunto. Pessoas assim não tem qualificação nenhuma para ensinar, pessoas que se julgam donos da verdade. Pessoas que só sabem passar e ler slides, se fosse para ficar lendo slide que a instituição passasse os slides para os alunos que nós leríamos em casa! E ainda têm a coragem de cobrar em uma prova perguntas com respostas decorebas dos tais slides.

Professores que adiam ou cancelam aulas por causa de jogo de futebol, que levam seus problemas pessoais para o trabalho e descontam nos alunos, que não têm a competência de elaborar uma prova que realmente testa o aprendizado do aluno. Todos os fatos citados anteriormente foram vivenciados por mim e/ou amigos próximos, nada disso foi inventado. E tenho certeza que muitos já passaram ou conhecem histórias desse nível pra pior, se vocês tiverem um tempinho gostaria que contassem alguma história do tipo nos comentários abaixo.

No fim, gostaria de lembrar aos alunos que problemas assim têm solução, não adianta discutir e bater boca com esse tipo de gente. Se você está no ensino médio ou fundamental, conte aos seus responsáveis o problema, junte-se com amigos e colegas e relate a coordenação ou direção da escola. Se você está no ensino superior, reuna-se com amigos e colegas da turma e relatem à ouvidoria, ao seu departamento, quem sabe até ao chefe do departamento, ele pode até dar sugestões de como proceder nestes casos.

Se você chegou até aqui, agradeço pela atenção e paciência de ler toda esta revolta que ponho em meus artigos kkkkk. Lembrando que o tema deste post foi sobre professores incompetentes! Por isto não comentei nada sobre os alunos irresponsáveis, deixarei isto para outro post. Lembrem-se também que não estou generalizando, existem muitos professores excelentes e tenho a sorte de dizer que grande parte dos que eu tive foram ótimos. Acredito que quando um professor não tem competência ele sabe disso, estes, se lerem este artigo, com certeza ficarão irritadinhos e darão mil desculpas… mas, afinal… se a carapuça serviu…

Sobre J

Mais um humano entre muitos outros, intolerando a ignorância alheia.
Scroll To Top